Após poucos dias o CDC anunciar a prorrogação da ordem de proibição para que os navios retomem os cruzeiros, os principais concorrentes da Royal Caribbean anunciaram novos cancelamentos.

A Carnival Corporation cancelou várias as viagens até dezembro de 2020, que iriam sair de vários dos portos, com exceção dos navios que estão programados para viagens nos meses de novembro e dezembro, saindo de Port Canaveral e Miami, ambos no estado da Flórida.

Ontem, 05/10, a empresa Norwegian Cruise Line cancelou todos os seus cruzeiros até novembro de 2020, no entanto três de seus navios permanecerão com viagens canceladas até o final de março de 2021.

Carvival e NCL fizeram seus anúncios menos de uma semana depois que o Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC) estendeu a proibição de navegação até 31 de outubro de 2020.

A dúvida é se a Royal Caribbean tomará alguma ação no mesmo sentido das outras duas empresas. Ontem, o presidente e CEO do Royal Caribbean Group, Richard Fain, fez um pronunciamento em vídeo e não mencionou nenhuma nova mudança na programação de cruzeiros, mas comentou sobre algumas notícias recentes que afetam a indústria de cruzeiros.