A suspensão dos voos com origem ou destino no Brasil e no Reino Unido foi levantada, mas apenas para viagens essenciais, anunciou esta sexta-feira o Ministério da Administração Interna (MAI).

Os passageiros dos voos originários da África do Sul, Brasil ou dos países com uma taxa de incidência de COVID-19 igual ou superior a 500 casos por 100 000 habitantes têm de cumprir, após a entrada em Portugal continental, um período de isolamento profilático de 14 dias, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde.

Conforme o comunicado do governo português, as novas medidas já entram em vigor nesta sexta-feira (16).

No caso de escalas, os viajantes devem consultar sempre as normas aplicáveis, e contatar a sua companhia aérea para obter os esclarecimentos necessários.