O navio Crystal Serenity, pertencente a operadora de luxo Crystal Cruises, voltará a navegar a partir de julho e se tornará o primeiro navio a voltar a navegar nas Américas e o primeiro a ser transportado para um homeport nas Bahamas.

A embarcação irá operar com cerca de 900 passageiros e fará itinerários de uma semana, com escala apenas em destinos nas Bahamas, ida e volta de Nassau (partida no sábado) ou Bimini (partida no domingo), até pelo menos outubro, disse Jack Anderson, presidente interino e CEO.

Os cruzeiros de sete noites visitarão destinos como Harbour Island, Great Exuma, Long Island e San Salvador, com 32 saídas planejadas. 

A empresa também oferecerá programas pré e pós-terra com hotéis locais nas Bahamas. Os viajantes terão acesso ao Beach Club em Bimini e a oportunidade de estender sua viagem com estadias em hotéis pré ou pós-cruzeiro em Bimini ou Nassau, em propriedades como SLS Bahia Mar e Hilton Resorts World Bimini.

As tarifas do Crystal custam a partir de US $ 1.999. As vendas iniciam em 18 de março, sem entrada de dinheiro até 5 de abril. 

De acordo com os regulamentos das Bahamas, os viajantes deverão apresentar um teste de PCR COVID-19 negativo feito no máximo cinco dias antes da chegada e um visto de saúde das Bahamas. Além disso, o Crystal exigirá um teste de antígeno no embarque e os protocolos “Crystal Clean +” serão aplicados a bordo.