Pequim anunciou que inoculou mais de 73.000 pessoas nos primeiros dois dias, após a primeira vacina doméstica chinesa contra o coronavírus ter sido aprovada para uso comercial.

Ao redor da cidade, foram montados 220 centros de vacinação. Idosos e os profissionais de saúde da linha de frente estão recebendo as primeiras doses.

As injeções são produzidas por uma subsidiária da Sinopharm, uma fabricante estatal chinesa de vacinas, e recentemente afirmou que sua vacina é 79% eficaz no geral. 

A empresa ainda não divulgou dados clínicos mais detalhados que possam explicar por que essa taxa é menor do que os resultados de testes em humanos que conduziu nos Emirados Árabes Unidos, onde a vacina foi considerada 86% eficaz.

A Sinopharm e outro fabricante de vacinas, a Sinovac, já vacinaram milhões de cidadãos chineses, muitos deles funcionários públicos, sob diretrizes de uso emergencial.

Foto: Xinhua News Agency